Arquivos do autor: Dra. Paula Casimiro

Essa contribuição foi criada pela Lei Complementar nº 110/2001 para a recomposição das contas vinculadas do FGTS atingidas pelos expurgos inflacionários do período de 01/12/1988 a 28/02/1989 e do mês de abril/1990. Ocorre que a finalidade para a qual a contribuição foi instituída, o financiamento do pagamento dos expurgos do Plano Verão e Collor, que era temporária, já foi atendida. Criada em 2001 para viger pelo prazo de 60 meses, permaneceu válida até o ano de 2007, razão pela qual sua cobrança até os…

Leia mais

Conhecido como complemento de acompanhante, trata-se de um adicional de 25% aplicado às aposentadorias daqueles que necessitam de assistência permanente de outra pessoa. Previsto no art. 45 da Lei 8.213/91, o referido acréscimo de 25% é devido nos termos da lei ao aposentado por invalidez que necessite de acompanhamento permanente de outra pessoa. “Art. 45. O valor da aposentadoria por invalidez do segurado que necessitar da assistência permanente de outra pessoa será acrescido de 25% (vinte e cinco por cento).” O Regulamento da Previdência Social…

Leia mais

Inicialmente, antes de adentrar as alterações inseridas à pensão por morte pela Medida Provisória 664/2014 convertida na Lei nº 13.135/2015 cabe conceituar a referida proteção previdenciária do Regime Geral de Previdência Social – RGPS. A pensão por morte é uma das prestações previdenciárias devida aos dependentes do segurado pela morte deste. Com a morte do segurado, os que dele dependiam economicamente perdem a sua fonte de subsistência e em face a essa contingência social é deferida a pensão por morte. Neste contexto, a pensão…

Leia mais

Tema atual e com precedentes favoráveis no Judiciário é a possibilidade de exclusão do fator previdenciário das aposentadorias por tempo de contribuição do professor. Recentemente, a Turma Nacional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais – TNU deu provimento a um pedido de uniformização, firmando o entendimento de que o fator previdenciário não pode ser aplicado quando importar redução do valor da renda mensal inicial da aposentadoria em funções de magistério, sob pena de anular o benefício previsto constitucionalmente. Isto porque, a aplicação do FATOR…

Leia mais

Revisão na Justiça para exclusão do fator previdenciário negativo do cálculo da aposentadoria por tempo de contribuição. O Fator Previdenciário, usado no cálculo das aposentadorias por tempo de contribuição, não pode ser aplicado para reduzir o valor da Renda Mensal Inicial da aposentadoria dos professores, sob pena de anular o benefício previsto na Constituição Federal. Tese firmada pela Turma Nacional de Uniformização da Jurisprudência dos Juizados Especiais Federais (TNU), no Espírito Santo. Segundo o magistrado, se o legislador constituinte tomou a cautela de fazer…

Leia mais

O auxílio-doença é uma prestação previdenciária paga em espécie ao segurado que fica incapacitado para o seu trabalho ou para sua atividade habitual por mais de 15 dias consecutivos, desde que tenha cumprido, quando for o caso, a carência exigida na Lei. Só há direito à concessão do auxílio-doença se a incapacidade laboral do segurado for superior a 15 (quinze) dias, pois para efeitos da lei a incapacidade tem que comprometer a subsistência do segurado. A incapacidade invocada por doença ou lesão de que…

Leia mais

Aposentadoria – Revisão do Teto Ação de revisão para readequação do valor do benefício com pagamento dos atrasados de cinco anos anteriores a propositura da ação. É uma revisão com base nos reajustes dos limites máximos para os valores dos benefícios trazidos pelas Emendas Constitucionais nº 20/98 e nº 41/2003. O INSS reconheceu o direito a essa revisão apenas aos aposentados entre 05/04/91 e 31/12/2003, deixando de fora aqueles aposentados do período compreendido entre 05/10/88 e 04/04/91, a chamada Revisão do Buraco Negro. Para…

Leia mais

Donos de cadernetas de poupança do Banco do Brasil que não entraram na Justiça para recuperar as perdas do Plano Verão ganharam uma nova chance de receber a correção dos saldos. O prazo para cobrar o valor devido pelo banco foi prorrogado para setembro de 2019. Quem pode pedir a revisão? Todos os consumidores que possuíam caderneta de poupança com aniversário entre 1º a 15 de janeiro de 1989 e que mantiveram saldo na conta até a remuneração do mês seguinte, ou seja, fevereiro…

Leia mais

A nova regra progressiva da aposentadoria por tempo de contribuição 85/95, primeira faixa de pontuação válida até dez/2016 conforme o publicado na MP nº 676/2015, já está vigente e gerando muita confusão. A cálculo da pontuação 85/95, assim como a demais faixas que passam a ser progressivas a partir de 2017, só pode ser feito com observância do tempo mínimo de contribuição exigidos, ou seja, o mínimo de 30 anos de contribuição para mulher e de 35 anos para homem. Respeitado o tempo mínimo…

Leia mais

Muitos segurados aguardam ansiosos o momento em que irão implementar os requisitos para obtenção da aposentadoria e muitos, no entanto, ao se aposentarem continuam a trabalhar. Ao voltarem a atividade continuam a contribuir para a Previdência Social, entretanto, diferentemente de antes os benefícios não são os mesmos, afinal, o objetivo “aposentadoria” já foi alcançado. Vejamos o que dispõe o art. 18, § 2º da Lei nº 8.213/91 ao se referir sobre o assunto: §2º. O aposentado pelo Regime Geral de Previdência Social-RGPS que permanecer em…

Leia mais

80/89
WhatsApp chat